• Fábio Henrique Araújo

Saúde 4.0 News - edição #82

Resumo semanal de notícias sobre Tecnologia, Inovação e Gestão na Saúde 4.0






1) Robôs coletam lixo hospitalar para evitar contaminação de profissionais da saúde

Com um projeto inovador, a Siemens Digital Industries Software, especialista em inovações de automação e digitalização, participou do desenvolvimento de um sistema robotizado para coleta de lixo hospitalar com o objetivo de reduzir o risco de contaminação da Covid-19 entre os profissionais que atuam na linha de frente no combate a Covid-19. O protótipo está sendo preparado para atender a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas (HC), em São Paulo. A ação está sendo realizada em parceria com a SPI Integração de Sistemas e o Instituto de inovação do Hospital (Inova-HC).


Com o aumento do número de casos de internação pela doença ao longo do ano, houve também um aumento exponencial do consumo de equipamentos de proteção individual (EPIs) nos hospitais, resultando em uma grande quantidade de resíduos potencialmente perigosos para as equipes médicas. Desde o início da pandemia, mais de 257 mil profissionais de saúde já foram contaminados pelo novo Coronavírus no Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde. (...) (Fonte: Portal Hospitais Brasil)




2) Atualização na Alexa torna mais fácil ajudar familiares idosos


O Amazon Alexa está apresentando um novo recurso chamado Care Hub , projetado para ajudar as pessoas a cuidar de familiares idosos. A empresa disse que há anos tem ouvido clientes sobre o uso do assistente de voz Alexa para monitorar parentes idosos, que estão cada vez mais procurando ficar em suas residências em vez de se mudarem para uma casa de repouso. A mudança criou um mercado de mais de US$ 30 bilhões para tecnologia assistiva, de acordo com a Consumer Technology Association.


A partir de agora, os clientes com um assistente de voz Alexa podem vincular sua conta à conta Alexa de um ente querido que está envelhecendo. Se o membro da família aceitar o convite, o cuidador pode receber alertas e ver o feed de atividades do parente. Esse feed é mais um resumo de alto nível que inclui informações básicas, como luzes sendo usadas em casa, em vez de uma forma de espionar os pais. Há também um recurso de contato de emergência em que o ente querido pode simplesmente dizer “Alexa, peça ajuda”. Alexa enviará uma notificação push imediatamente para o cuidador. (...) (Fonte: CNBC)




3) Novo vazamento de dados do Ministério da Saúde expõe 200 milhões de brasileiros


Como se não bastasse o vazamento da semana passada que expôs os dados pessoais de 16 milhões de brasileiros diagnosticados com Covid-19, desta vez o Ministério da Saúde deixou que informações de mais de 200 milhões de brasileiros fossem divulgadas. Por conta de uma falha no código do site do órgão, os cadastramentos ficaram disponíveis para visualização de qualquer pessoa durante seis meses.


Tratam-se de informações de beneficiários do Sistema Único de Saúde (SUS), mas também de contratantes de planos de saúde. Foram expostos número de CPF, nome completo, endereço e telefone. Surpreendentemente, o número de pessoas expostas é maior que o número de habitantes do país, mas para isso, a reportagem do Estadão atribuiu ao fato de que alguns dados são de brasileiros já falecidos. (...) (Fonte: Olhar Digital)

34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

©2019 Todos os direitos reservados. Consultório 4.0