• Fábio Henrique Araújo

Saúde 4.0 News - edição #81

Resumo semanal de notícias sobre Tecnologia, Inovação e Gestão na Saúde 4.0






1) Hermes Pardini utilizará drones para transportar exames


O Hermes Pardini (PARD3) fechou uma parceria com a Speedbird Aero para transportar exames e medicamentos em drones, mostra comunicado enviado ao mercado nesta quinta-feira (3). O projeto ainda precisa do aval da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), além das Vigilâncias Sanitárias Estaduais e Municipais.


Segundo a empresa, a ideia ganhou impulso com a pandemia do coronavírus. No Brasil, a Hermes será a primeira companhia a realizar transporte de materiais biológicos por meio de drones. Na primeira etapa, o programa iniciará os testes de transporte de amostras com os drones. A expectativa é que na primeira quinzena de dezembro, os voos de demonstração sejam realizados. (...) (Fonte: Money Times)





2) Teste da USP para COVID-19 pela saliva esta disponível


O Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH-CEL) da Universidade de São Paulo (USP) disponibiliza a partir desta terça-feira (01/12) um teste capaz de diagnosticar a COVID-19 pela saliva. O exame poderá ser feito inicialmente por moradores da capital paulista ao custo de R$ 90 – para quem for à instituição para a coleta da amostra de saliva – ou de R$ 150 – para quem optar por fazer a autocoleta e enviar a amostra para análise por um serviço de retirada e entrega disponibilizado pelo centro.


Para solicitar o teste é preciso fazer um cadastro no link disponível no site do CEGH-CEL, um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) financiado pela FAPESP no Instituto de Biociências (IB-USP).O método é uma alternativa ao exame de RT-PCR, considerado o padrão-ouro para detectar o novo coronavírus durante a fase aguda da infecção, e similar aos já desenvolvidos no Brasil e em outros países com o objetivo de aumentar a disponibilidade e a rapidez e diminuir os custos para realização de testes moleculares por meio de simplificações dos processos. (...) (Fonte: Agência FAPESP)




3) 5 grandes companhias aéreas lançarão passaporte digital de saúde para viajantes


Enquanto o mundo continua lutando contra a pandemia, os países enfrentam o atoleiro de como reabrir com segurança as fronteiras para viagens e comércio. Muitas companhias aéreas e destinos exigem resultados do teste COVID-19 para viagens antes de uma vacina, mas não existe um formato de resultado padrão ou sistema de verificação. O conjunto fragmentado de requisitos para entrada e saída de um país, além da gama de diferentes tipos de testes exigidos por diferentes governos, resultou em um sistema confuso para as companhias aéreas, funcionários da imigração e passageiros navegarem, dizem os especialistas.


A quantidade de tipos de documentação e requisitos pode levar a erros de verificação de saúde e até mesmo fraudes, ameaçando os esforços de um país para conter a disseminação do coronavírus. A tecnologia digital é uma via para harmonizar os padrões na verificação dos dados dos passageiros antes do voo ou pré-entrada, dizem os defensores. Um grupo está trabalhando nos chamados passes digitais de saúde para tentar permitir viagens enquanto ameniza os temores de transmissão de vírus durante a pandemia. (...) (Fonte: Healthcare Dive)

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

©2019 Todos os direitos reservados. Consultório 4.0