• Fábio Henrique Araújo

Saúde 4.0 News - edição #73

Resumo semanal de notícias sobre Tecnologia, Inovação e Gestão na Saúde 4.0






1) QMentum certifica 1º hospital no mundo por meio de avaliação digital


O Hospital Baía Sul e a Clínica Imagem, de Florianópolis pertencentes à holding Hospital Care, foram os  primeiros do mundo a obter a acreditação QMentum International por meio de avaliação totalmente digital, segundo informações da IQG Health Services Accreditation, responsável pelo desenvolvimento do novo modelo de auditoria. Conforme a empresa, ele será referência para acreditadoras da América do Norte, Europa e Oriente Médico que buscam desenvolver o método em seus países de origem. A acreditação tem validade de três anos. Segundo Rubens Covello, CEO do IQG, o processo de Acreditação do Hospital Baía Sul e da Clínica Imagem teve início há dois anos. Neste período, as instituições ajustaram seus serviços, processos de trabalho e protocolos assistenciais para atender às exigências da acreditação internacional. A avaliação foi realizada em 28 de agosto.


Durante os dias de auditoria, a equipe de avaliadores do IQG, no Brasil, e da HSO (Health Standards Organization), no Canadá, analisou se a instituição cumpriu todos os padrões e diretrizes exigidos pela metodologia QMentum IQG International. A avaliação foi feita por meio de entrevistas por videoconferência e análise documental. Ao final, o relatório do time brasileiro foi enviado ao Comitê de Certificação da HSO, no Canadá, para finalização do processo. O desafio de certificar as instituições remotamente foi aceito com muita expectativa pela equipe do hospital e da clínica, mas também com muita tranquilidade, pois sabiam estar preparados. “Aquilo que parecia empírico se tornou assertivo e, aos poucos, ganhamos confiança”, afirma Sérgio Marcondes Brincas, presidente do grupo. (...) (Fonte: Setor Saúde)




2) Raia Drogasil lança marketplace de saúde


A rede de drogarias Raia Drogasil anunciou nesta quarta-feira (30) o lançamento de um marketplace de saúde, dentro de um plano para acelerar seus negócios com maior uso do comércio eletrônico, que disparou na esteira da pandemia da Covid-19. Em apresentação a analistas e investidores, a companhia afirmou que o marketplace marcará sua entrada em mais nichos de produtos e serviços próprios e de terceiros ligados à saúde, incluindo alimentação saudável e suplementos. O canal também terá testes e exames e serviços como telemedicina.


Em um fato relevante separado, a Raia Drogasil informou previsão de abrir 240 lojas por ano em 2021 e 2022. Às 16h04, a ação da Raia Drogasil disparava 7,4%, maior alta do Ibovespa, que avançava 1,15%. Semanas atrás, a Reuters publicou que o Fleury, maior grupo de medicina diagnóstica do país, vai ampliar o uso de tecnologia de dados para impulsionar no país a medicina preventiva, fronteira aproximada nos últimos meses com o salto da telemedicina após a Covid-19. (...) (Fonte: G1)




3) Startup aposta em remuneração por valor entregue ao paciente


A Alice se baseia em quatro pilares: tecnologia, relacionamento, remuneração com base em valor entregue ao usuário e parcerias com especialistas. O usuário começa se cadastrando no aplicativo da Alice e marcando uma imersão na unidade física da startup, chamada Casa Alice. O usuário definirá seu plano de ação de saúde, composto por seus objetivos, atividades que precisam ser feitas para atingi-los e prazos.


A Alice tem parcerias com laboratórios e hospitais, como Fleury e Oswaldo Cruz. A Alice adota uma remuneração com base em valor entregue ao usuário. Caso ele precise realizar uma nova cirurgia para um mesmo problema, por exemplo, o hospital é remunerado apenas pela primeira cirurgia. É um incentivo para que os procedimentos sejam feitos com qualidade. A Alice também também tem parcerias com cerca de 25 médicos de 17 especialidades diferentes, para consultas mais aprofundadas. (...) (Fonte: PEGN)


22 visualizações

©2019 Todos os direitos reservados. Consultório 4.0